Antibaixaria, 5 anos: campanha alerta para cumprimento da lei no carnaval

Comemorando 5 anos da Lei Antibaixaria (Lei 12.573/12), a deputada Luiza Maia (PT) lançou a campanha “Meu Carnaval é Antibaixaria – Entre nessa luta”, que alerta para a importância do cumprimeito da Lei no Carnaval. Bandas contratadas com dinheiro público não podem tocar músicas que depreciam a mulher.

Estudantes da rede pública estadual apoiando a campanha. | Foto: Marcelo Ferrão/Ascom

“Este ano o Bloco Antibaixaria não vai desfilar na Mudança do Garcia. Em vez disso, estamos fazendo uma campanha pedagógica, de pré-carnaval, mostrando que na folia carnavalesca os direitos da mulher precisam ser respeitados. Além da esfera estadual, Salvador também possui a Lei Antibaixaria e ela precisa ser praticada”, disse a presidente da Comissão dos Direitos da Mulher.

Deputada Luiza Maia, autora da Lei e da campanha, e o governador Rui Costa | Foto: Marcelo Ferrão/Ascom

A Lei Antibaixaria foi sancionada em 2012, no governo Jaques Wagner, e proíbe o uso de recursos públicos estaduais para contratação de artistas que, em suas músicas, desvalorizem, incentivem a violência ou exponham as mulheres a situação de constrangimento, ou contenham manifestações de homofobia, discriminação racial ou apologia ao uso de drogas ilícitas.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*