Bloco Antibaixaria pede fim da propaganda sem machismo

Fotos: Marcelo Ferrão

Considerado marco de alegria e empoderamento, o circuito recebeu mulheres e homens que denunciaram o desrespeito de gênero, não só na música baixaria, mas também na publicidade.

“Demos nosso recado. Pelo quinto ano, o nosso Bloco Antibaixaria veio alertar que nós mulheres estamos atentas contra o retrocesso. Temos conquistas que não podem ser aniquiladas, seja pelos machistas do Congresso nacional, por músicos que insistem em cantar esculhambação, ou pelo mercado publicitário que nos ver como objeto”, afirmou a deputada Luiza Maia (PT), responsável pelo bloco.

 

 

Lideranças da política, artistas e ativistas sociais participaram e abrilhantaram ainda mais o desfile. Este ano, o bloco Antibaixaria chamou a atenção dos foliões para a importância de aprovar o Projeto de Lei 20.628/2013, de autoria de Luiza Maia, que proíbe a veiculação de peças publicitárias que utilizem o corpo da mulher como atrativo.

 

Veja aqui mais fotos

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*