CAMAÇARI: Luiza Maia repudia corte no salário de professores em greve

A professora e deputada estadual Luiza Maia (PT) repudiou nesta terça-feira (29) a nota pública da Prefeitura de Camaçari que anunciou o corte do salário dos professores municipais em greve a 19 dias. A parlamentar reforçou o apoio à campanha por melhoria salarial da categoria.

Professores de Camaçari em greve desde 10 de agosto. | Foto: SISPEC

“Esse prefeito, que se dizia ‘amigo do povo’, cada dia mostra seu veneno e intransigência com a população. Cortar salário dos professores, que fazem um movimento legítimo, é covardia. Pior ainda é fazer chantagem, anunciando que vai contratar professores temporários. Por isso, eles devem permanecer unidos”, disse a parlamentar.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*