‘Com personagem Bibi, a Globo faz apologia ao crime’, diz Luiza Maia

A presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa, deputada Luiza Maia (PT), teceu críticas à tevê Globo pelo que definiu como “apologia ao crime” na novela A Força do Querer. O foco é a personagem Bibi, vivida pela atriz Juliana Paes, que tem cometido ilícitos na teledramaturgia, retratados com certo “glamour”, para ajudar o marido traficante.

“Quando se romantiza e glamouriza o crime organizado, o tráfico de drogas, de armas, deixa de ser uma crítica social para virar apologia.  É isso que a Globo está fazendo com a novela”, afirmou.

A parlamentar defendeu ainda que a emissora deveria era retratar a solidão e privações pelas quais passam as mulheres de criminosos, quando são presas.

 

*Edição/Texto: Freitas

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*