‘Habeas corpus à New Hit afronta o 08 de Março’, diz Luiza Maia

A deputada Luiza Maia (PT), presidente da Comissão dos Direitos da Mulher, lamentou o habeas corpus dado aos integrantes da banda New Hit, condenados a 10 anos e oito meses de prisão pelo estupro coletivo de duas adolescentes. Nesta quarta-feira (11), durante um ato unificado do Março Mulher, na Assembleia Legislativa, a parlamentar disse que o episódio macula a luta pelos direitos femininos, às vésperas do 08 de março, Dia Internacional da Mulher.

“Precisamos ter uma reação! Em pleno Março Mulher, assistirmos à soltura dos estupradores da banda New Hit é uma afronta. A liberdade deles custa caro para nossa luta pelo fim do estupro, da violência sexual, do assédio”, afirmou.

Homenageada no evento promovido pela SPM, cujo tema foi “Machismo e Assédio Sexual no Trabalho”, a deputada repudiou ainda o avanço da baixaria no carnaval 2018: “A música do carnaval foi a ‘Polpa da Bunda’ da mulher! Não podemos continuar inertes a essa onda de retrocesso, seja no assédio sexual nos ambientes de trabalho, seja nas músicas que nos depreciam”.

 

*Texto/Edição: Freitas

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*