Luiza Maia pede carta das mulheres baianas contra ‘retrocesso de Cunha’


Foto: Carlos Eduardo

"Se não ficarmos atentas, eles vão aprovar todo esse retrocesso", disse Luiza Maia. E continuou: "Tudo isso é violência contra a mulher. Precisamos fazer uma carta ou moção das mulheres da Bahia contra esses projetos machistas que tramitam o Congresso".

A parlamentar destacou ainda a importância da Marcha das Mulheres Negras, Contra o Machismo e pelo Bem Viver, que está ocorrendo em Brasília. "As mulheres negras têm demandas específicas e é muito apropriado está luta delas neste Novembro Negro", afirmou.

No próximo dia 25 desse mês, o colegiado, juntamente com a Bancada Feminina, vai promover uma audiência pública para o lançamento da Campanha pelos 16 Dias de Ativismo contra a Violência à Mulher, às 10h, no Plenarinho. No ato, será feita a 'Carta das mulheres baianas contra o retrocesso de Eduardo Cunha e dos machistas da Câmara dos Deputados'. 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*