Madre de Deus: “grupo quer manter comando ‘na tora’”, denuncia Luiza

Segundo a parlamentar, o grupo político que governa a cidade está tentando assumir “na tora” a presidência da Câmara Municipal, numa tentativa desesperada de, diante da cassação iminente da gestora Eranita de Brito (PMDB), continuar administrando a prefeitura.

Acusada de abuso de poder econômico e compra de votos, a peemedebista deve ser afastada do cargo nesta terça-feira (28/06) por decisão da Justiça. O julgamento da alcaide começou no dia 14 de junho, mas foi suspenso após o pedido de vistas de um dos juízes.

Durante o último final de semana, Luiza Maia conversou com o atual presidente do legislativo da cidade, vereador Jeferson Andrade (PR), que se mostrou atento à manobra governista de tentar manter o poder a qualquer custo.

Ela concluiu dizendo que tem certeza de que a cassação da Eranita está sintonizada com a maioria da vontade popular.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*