‘Morte de Mariele Franco reflete estado de ódio no país’, diz Luiza Maia

Presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Assembleia Legislativa da Bahia, a deputada Luiza Maia (PT) apresentou moção de Repúdio ao assassinato brutal da vereadora do PSOL carioca, Marielle Franco. Durante o Encontro Internacional Parlamentar do Fórum Social Mundial, na manhã de quinta-feira (15), a parlamentar disse que a execução da edil no Rio de Janeiro reflete o estado de exceção e de ódio instalados no Brasil.

“Foi uma coisa horrorosa. Dói dentro de nós, mulheres, sabermos desse crime brutal contra nossa companheira Marielle. Ela que lutava exatamente contra o extermínio do povo negro no Rio. Infelizmente a mataram, mas não conseguirão calar a voz dela, pois o mundo se uniu para ecoar sua luta”, disse a parlamentar.

Vereadora Marielle Franco do PSOL foi morta no Centro do Rio | Foto: Jornal Midiamax

A vereadora do PSOL foi assassinada na noite de quarta-feira (14), no bairro do Estácio de Sá, atingida com pelo menos quatro tiros na cabeça. Três dias antes do crime, Marielle havia denunciado a violência de policiais em comunidades cariocas e a morte de jovens inocentes. A Polícia suspeita que foi uma execução.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*