Na Comissão dos Direitos da Mulher, SPM expõe políticas públicas do governo Rui

O trabalho em rede, envolvendo os poderes legislativos e executivos da Bahia foi a principal proposta pautada na reunião da Comissão dos Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (30). A titular da Secretaria Estadual de Políticas para Mulheres, Julieta Palmeira, apresentou ações executadas pela pasta e as parlamentares propuseram ações conjuntas.

Deputada Luiza Maia conduzindo a reunião da Comissão. Ao lado esquerdo, a vice-presidente, deputada Mirela; e ao lado direito a secretária Julieta Palmeira (SPM). | Fotos: Michel Dória e Renan Xavier

“O encontro foi estratégico, pois pudemos alinhar propostas que podem ser desenvolvidas em conjunto: SPM, Bancada Feminina e representantes dos municípios. O foco é efetivarmos políticas públicas que fortalecem a luta pelos direitos e empoderamento da Mulher em todo o estado”, pontuou a presidente do colegiado, deputada Luiza Maia (PT).

Secretária Julieta apresentando ações da SPM. | Fotos: Michel Dória e Renan Xavier

Julieta Palmeira destacou as campanhas desenvolvidas pela SPM, como “Respeita as Minas”, que têm contribuído no combate à violência de gênero. Já a deputada Fabíola Mansur (PSB), propôs que as deputadas destinem cotas de suas emendas parlamentares para projetos que ajudem as mulheres do interior do estado, como o programa Casa de Farinha Móvel, da SPM.

Fotos: Michel Dória e Renan Xavier

A vice-presidente da Comissão, deputada Mirela Macedo (PSD), falou da importância de levar as ações do colegiado às esferas municipais. Participaram da reunião ordinária, as secretárias municipais de Mulher de Lauro de Freitas e Entre Rios, além de uma agente da Deam de Camaçari, entre outras representações do movimento de mulheres.

Fotos: Michel Dória e Renan Xavier

Na pauta da Comissão, também foi tratada a condenação em segunda instância dos músicos da extinta banda New Hit, pelo estupro coletivo de duas jovens, no município de Ruy Barbosa, em 2012.

Fotos: Michel Dória e Renan Xavier

A reunião da Bancada Feminina com a Ambev, sobre o PL da deputada Luiza Maia, nomeado de Propaganda Sem Machismo, e a denúncia que o colegiado fará ao Ministério Público sobre o funcionamento do aplicativo “Meu Patrocínio”, que viabiliza favores financeiros de homens à mulheres, em troca de sexo.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*