‘Violência na Diversidade’: Sessão especial inicia campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo fim da Violência contra a Mulher

Proponente do ato, a líder da Bancada Feminina, deputada Luiza Maia (PT), quer dar visibilidade à violência contra mulheres trans, lésbicas e encarceradas.

 

  

 

“Vamos debater temas que são tratados timidamente e destacar os marcadores sociais de violência simbólica e psicológica contra essa diversidade de gênero. Por exemplo, mostrar que o Brasil é o país onde mais se mata travestis e transexuais no mundo e que Lei Maria da Penha também se aplica a casos de violência contra lésbicas”, disse a parlamentar .

 

 

Outra temática a ser tratada na sessão especial é a luta pelos direitos da mulher na atual conjuntura política no Brasil. “Há retrocessos no governo Temer que nos atingem em cheio: alteração do Código Penal sobre a questão do aborto; instituição do Estatuto do Nascituro e do Estatuto da Família, que não reconhece os direitos de cidadania da comunidade LGBT”, explicou Luiza.

 

O Coletivo de Entidades Negras (CEN) é parceira da sessão especial.

 

Edição/Texto: Carlos Eduardo Reis de Freitas

Foto: Marcelo Ferrão/Ascom

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*