Agricultores familiares terão mais crédito e acesso a moradias

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (09/07) e indica que o banco irá aplicar mais 14,4% em volume de recursos, em relação ao que foi investido na safra 2011/2012, em operações de crédito voltadas para agricultores familiares e trabalhadores rurais (R$ 10,5 bi). O valor será dividido entre as linhas de crédito já existentes na instituição e irá contemplar também os agricultores empresariais e as cooperativas rurais (R$ 44,5 bi).

O Banco do Brasil também anunciou que irá atuar no Programa Minha Casa, Minha Vida oferecendo crédito para que trabalhadores rurais também possam adquirir imóveis. A medida faz parte de um outro plano, o chamado Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR). As operações já podem ser contratadas, em todo o território nacional, nas modalidades Grupo 1,2 e 3.

O Grupo 1 contempla agricultores e trabalhadores rurais com renda familiar anual de até R$ 15 mil. Não há cobrança de encargos financeiros e os limites de crédito são de até R$ 25 mil, para produção de unidades habitacionais rurais, e de até R$ 15 mil para reforma.

Para ser enquadrado no Grupo 2, a renda familiar anual precisa ser acima de R$ 15 mil e até R$ 30 mil. Nesse caso, os encargos financeiros são de 5% ao ano. Já no Grupo 3, estão beneficiados agricultores e trabalhadores rurais, com renda familiar anual acima de R$ 30 mil e até R$ 60 mil. As taxas de juros variam entre 6% e 8,16% ao ano.

 

Plano Safra 2012/2013

O anúncio do Banco do Brasil aconteceu uma semana depois de outra importante conquista dos trabalhadores rurais – o anúncio de mais R$ 22,3 bilhões em investimentos para o Plano Safra 2012/2013. Os recursos serão utilizados em seguro produção, garantia safra e de preço e assistência técnica e serão desembolsados pelo governo federal.

Os juros para que os agricultores familiares possam ter acesso ao crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) também foi reduzido, de 4,5% para 4% e, agora, podem buscar financiamento agricultores com renda bruta anual de até R$ 160 mil. Apoio na comercialização dos produtos é outro destaque do novo Plano Safra.

Ao todo, o Plano Safra para Agricultura Familiar terá R$ 22,3 bilhões, pois, além do Pronaf, o governo vai liberar recursos para o seguro da produção, garantia safra, compras da agricultura familiar (PAA), assistência técnica e extensão rural (Ater), garantia de preços mínimos e atividades do Plano Brasil Sem Miséria.

Programa Minha Casa, Minha Vida

O Programa Minha Casa Minha Vida é um programa do governo federal, gerenciado  pelo Ministério das Cidades e operacionalizado pela Caixa Econômica Federal. O Programa possibilita que mais brasileiros possam obter moradias – terrenos para construção ou imóveis em conjuntos habitacionais, que podem ser casas ou apartamentos. O programa é voltado para famílias com renda mensal de até R$ 1.600,00.

O Minha Casa, Minha Vida foi lançado em março de 2009 com a meta de construir e disponibilizar 1 milhão de novas unidades habitacionais, atualmente essa meta é de 2 milhões de novas moradias para as famílias com renda bruta mensal de até R$ 5.000,00.


Fonte: Portal do PT no Senado

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*