AL-BA: Comissão unifica movimentos sociais e órgãos institucionais em campanha contra violência de gênero

Serão, ao todo, mais de uma dezena de eventos promovidos por entidades sociais e órgãos públicos, entre os quais o ato em que os principais monumentos de Salvador serão “vestidos” com os símbolos da campanha, o show da banda “A Mulherada” e a palestra para debater a situação da população carcerária feminina.

No entanto, o grande momento da programação ocorrerá dia 29. Na data, os movimentos ligados aos direitos da mulher, a comissão da AL-BA e a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres (SPM) vão, de forma unificada, fazer uma grande movimentação da Piedade, passando pelo Pelourinho, até a praça da Sé.

Também integra o “menu” dos “16 dias de ativismo” um protesto em frente ao Tribunal de Justiça. O objetivo é cobrar celeridade no julgamento dos integrantes da Banda New Hit que estupraram duas adolescentes no município de Ruy Barbosa.

Representatividade – Marcada inicialmente para a sala onde funciona a Bancada Feminina da AL-BA, a reunião teve que ser transferida para o plenarinho da instituição em função do grande público que compareceu. Para a deputada Luiza Maia, essa foi uma grande prova de que a Comissão constituiu uma importante parceria com os movimentos sociais e os órgãos de referência do governo estadual. “Por isso, nossas reuniões são sempre bastante prestigiadas”, arrematou. 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*