Brasil se prepara para combater a crise internacional

“Se não tomarmos cuidado nós teremos impactos significativos na economia do Brasil. Nós podemos receber menos investimentos, podemos ter uma crise nas bolsas, e portanto nós temos que ter todos os cuidados necessários para que os efeitos na crise norte-americana, que já está atingindo a Europa com força, não atinja com a mesma velocidade e intensidade o Brasil. Para isso vão ser necessárias medidas adicionais, que devem ser tomadas”, disse Maia.

Já o líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) adianta que dois ministros irão ao Congresso para falar sobre as ações para amenizar os efeitos da crise internacional. “Nós vamos fazer um debate sobre a crise internacional e as políticas que o Brasil está empreendendo para que nosso país continue crescendo, criando empregos, e continuar com o povo melhorando de vida. Vamos fazer uma comissão geral, virá aqui o ministro Guido Mantega (Fazenda), o ministro Fernando Pimentel (Desenvolvimento), para apresentar os programas do governo, e quais as medidas futuras serão tomadas, diante do agravamento da crise internacional”.

Líderes – Em reunião de líderes que acontecerá amanhã, serão discutidos os temas da pauta de votação do Congresso para os próximos 45 dias. “Vou apresentar uma proposta de votações que vai incluir medidas provisórias, projetos de lei, projetos de origem dos parlamentares, PECs, e que vai tratar do debate sobre a discussão de alguns temas polêmicos, como por exemplo a regulamentação da Emenda 29. A ideia é que nesse período se discuta com governadores, e se encontre um ponto de equilíbrio para votar a Emenda 29”, disse Marco Maia, presidente da Câmara.

Fonte: Portal do PT

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*