Campanha pelo Fim da Violência segue até o dia 12

A Prefeitura de Camaçari, através da Secretaria da Promoção da Mulher e da Reparação (Seprom), deu início no mês de novembro às atividades em alusão a Campanha Mundial 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres. As ações seguem até o dia 12 de dezembro, no Município.

Com o objetivo de mobilizar e conscientizar a sociedade sobre a violência contra as mulheres, a campanha visa também esclarecer e orientar sobre os direitos das mulheres e encorajá-las a denunciar qualquer ato de violência, que elas venham a sofrer.

Em Camaçari, as atividades começaram no dia 6 de novembro, no Pólo de Cidadania, com a disponibilidade de serviços gratuitos da Seprom para a comunidade. As ações da secretaria seguem nos bairros e escolas do Município.

De acordo com a titular da Seprom, Aurenita Castillo, é feito um trabalho constante de combate à violência contra a mulher em Camaçari, com explicações dos direitos e das providências que devem ser tomadas em caso de agressão. “A campanha nos auxilia nos esclarecimentos do tema junto à população”, explica a secretária.

A campanha internacional dos 16 Dias de Ativismo iniciou no Dia Internacional da não-violência contra as mulheres (25/11) e encerra no Dia Mundial dos Direitos Humanos (10/12). No Brasil, a campanha é antecipada para o dia 20 de novembro, pelas comemorações do Dia da Consciência Negra.

PROGRAMAÇÃO

01/12 – Dia Mundial de Combate a Aids no Sac e Rodoviária, de 9 às 12h
02/12 – Roda de conversas sobre a Lei Maria da Penha no Auditório do
Centro de Referência de Atenção à Mulher Yolanda Pires, de 9 às 16h
03/12 – Teste Fique Sabendo – no Centro de Referência e Especialidades
em Saúde (Cres), na Rua 8 de dezembro, nº59, Centro, de 9 às 16h
06/12 – Ato Público na Praça Abrantes: Campanha do Laço Branco –
Homens pelo fim da violência contra a mulher
09/12 – Sessão Especial na Câmara Municipal sobre 16 Dias de Ativismo e
Novembro Negro
11 e 12/12 – Camaçari Folia Observatório, no Espaço Camaçari, de 20 às 5h

 

Ascom PMC.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*