Dutra: campanha vai manter estratégia de discutir apenas propostas

O conselho político da coalizão de partidos que apoiam a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República se reuniu ontem e fez uma avaliação do cenário político após a nova rodada de pesquisas eleitorais divulgadas nesse final de semana. O encontro ocorreu no Comitê Central em Brasília.

Assista aqui a reportagem em vídeo.

Segundo o presidente do PT, José Eduardo Dutra, a análise indicou que a estratégia da campanha, baseada no debate de propostas, está correta e será mantida. Ele disse ainda que os levantamentos dos institutos Vox Populi e Datafolha são positivos quando analisados detalhadamente.

O levantamento do Vox Populi, divulgado na sexta-feira (23), apontou Dilma com 41% das intenções de voto, contra 33% do tucano. Marina Silva, candidata do PV, tem 8%.

Na pesquisa espontânea, quando o entrevistado não recebe uma lista para escolher o candidato preferido, Dilma também lidera. A petista tem 28%, contra 21% do candidato do PSDB e 5% de Marina. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mesmo sem estar concorrendo, tem 4% das intenções de voto.

A pesquisa estimulada Datafolha mostra um empate técnico entre Dilma e o candidato da oposição. Porém, quando os eleitores respondem espontaneamente, a petista tem a liderança com 21% das intenções de voto, contra 16% do tucano.

“No caso especifico do Datafolha, além da intenção de voto da Dilma, quando o eleitor é perguntando sem a apresentação do cartão com o nome dos candidatos, você tem 4% do eleitorado que diz que vai votar no Lula, 3% que dizem que vão votar no candidato do Lula e 1% que diz que vão votar no candidato do PT. Portanto, tem potencial no voto espontâneo de 29 pontos para Dilma e 16 do Serra”, comentou o presidente do PT.

Dutra, porém, disse que esse é apenas um cenário de momento e que a eleição vai começar a se decidir a partir da propaganda gratuita no rádio e na TV. “O conselho analisou esses dados [das pesquisas] e chegou à conclusão que devemos continuar na mesma linha de até agora. Uma campanha propositiva sem cair na provocação dos adversários, que têm optado por uma campanha de ataques ao governo e à candidata”, contou.

O conselho político da coalizão se reúne quinzenalmente para discutir a estratégia da campanha e a agenda da candidata Dilma Rousseff.

Dilma na Web

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*