Fórum discute políticas públicas de acessibilidade

Acessibilidade Garantia de Direitos foi o tema do 4° Fórum Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que aconteceu hoje (03/12), na Câmara de Vereadores de Camaçari. O encontro, promovido pela Secretaria do Desenvolvimento Social (Sedes), através da Gerência da Pessoa com Deficiência (Gedef), tem o objetivo de criar um espaço de discussão e debater políticas inclusivas para portadores de deficiência do Município.

Os alunos da Escola Especial Caic e da Apae realizaram a abertura do evento com uma apresentação de dança. Logo em seguida, a presidente da Associação Pestalozzi de Camaçari, Vanilda Bueno, ministrou a palestra magna homônima ao tema do fórum de discussão.

De acordo com a secretária da Sedes, Jailce Andrade, a administração municipal tem a preocupação de construir obras estruturais com o princípio da acessibilidade. “Camaçari conseguiu avançar muito com a educação inclusiva, os espaços públicos adaptados, a exemplo da pista tátil e as rampas de acesso. As pessoas com deficiência estão muito bem assistidas”, destacou.

A acessibilidade nos meios de transporte também é outro direito indispensável para os portadores de deficiência. Segundo o diretor de Transporte da Superintendência de Trânsito e Transporte (STT) do Município, Mário Barbosa, Camaçari conta com projetos de acessibilidade, como ônibus adaptados e o semáforo sonoro. O projeto de lei que institui o plano de acessibilidade no Município foi criado pelo vereador Oto Maia (PSDB).

O subsecretário da Sedes e presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente de Camaçari (CDMA), Antonio de Souza, também prestigiou o evento, que teve apoio das secretarias municipais da Saúde (Sesau), da Educação (Seduc), e da Cultura (Secult), mais a STT e instituições voltadas para pessoas com deficiência.

O encontro marcou o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, comemorado internacionalmente no dia 3 de dezembro. A data foi instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1998.

 

Ascom PMC.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*