GIRO ECONÔMICO: China tem crescimento de 7,9% no 2º trimestre de 2009


Segundo dados apresentados nesta quinta-feira, 16, pelo Birô Nacional de Estatísticas (BNE) chinês em entrevista coletiva, o Produto Interno Bruto (PIB) acumulado na primeira metade do ano chegou a 13,98 trilhões de iuans (US$ 2,04 trilhões), o que representa um aumento de 7,1% em relação ao mesmo período de 2008.

O comércio exterior chinês, um dos pilares da economia do país asiático, caiu 23,5% no primeiro semestre do ano em comparação com o mesmo intervalo de tempo do ano passado, para US$ 946,1 bilhões, por causa da crise econômica global.

Segundo o porta-voz do BNE, Li Xiaochao, as exportações sofreram uma diminuição de 21,8%, até US$ 521,5 bilhões, enquanto as importações tiveram queda de 25,4%, para US$ 424,6 bilhões. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) chinês perdeu 1,1% ao longo do semestre. Só em junho, a queda foi de 1,7%.

A renda per capita da população urbana chinesa cresceu 9,8% durante o semestre e chegou aos 8.856 iuans (US$ 1.296), enquanto a da população rural, que representa mais de 60% do país, aumentou 8,1%, até os 2.733 iuans (US$ 400).

Agência Estado

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*