Internet: Petistas conseguem retirar de pauta a “Lei Azeredo”

O projeto, de autoria do deputado Eduardo Azeredo (PSDB-MG), gerou polêmica na internet por ter uma redação ampla que criminaliza condutas diárias na internet como, por exemplo, repassar um e-mail com vírus sem intenção de danificar outros computadores.

Molon, apoiado pela deputada Dalva Figueiredo (PT-AP) e pelo deputado Nazareno Fonteles (PT-PI), pediu a retirada de pauta do projeto e defendeu a votação, no plenário, do PL 2793/2011, de autoria dos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Emiliano José (PT-BA), entre outros, que também trata sobre cybercrimes, mas exige a finalidade criminosa da conduta para constituir crime.

Após o pedido, o relator do projeto, deputado Pinto Itamaraty (PSDB-MA), disse que irá chamar uma audiência pública convocando os autores do PL 2793/2011 para debater os dois projetos conjuntamente.

“Foi uma vitória importante. Ganha a democracia, que terá mais debate com a audiência pública, e também o Congresso, que legislará com mais segurança sobre um tema tão sério”, disse Molon.

*Fonte: Portal do PT

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*