Lula critica baixo nível da campanha eleitoral

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticou hoje (29) o baixo nível da campanha eleitoral e declarou que a candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, foi vítima de preconceito por ser mulher. “Fico triste porque a campanha teve um nível muito baixo”, disse em entrevista coletiva concedida logo após visitar o Salão Internacional do Automóvel, na capital paulista. “Eu acho que a candidata Dilma foi vítima de preconceito mais uma vez mostrado de forma arraigada contra a mulher brasileira.”

Após criticar a condução do processo eleitoral, o presidente aproveitou a oportunidade para convocar os eleitores a comparecem às urnas neste domingo, além de ressaltar a consolidação da democracia brasileira. “A única coisa que posso pedir ao povo brasileiro é que no domingo compareça para votar. De qualquer forma, acho que o Brasil vai dar uma demonstração de consolidação de sua democracia.”

Durante a entrevista, Lula comentou a declaração do papa Bento XVI sobre o aborto. O pontífice declarou que é dever dos bispos brasileiros intervir na campanha política para condenar o aborto. “Não vi nenhuma novidade na declaração do papa, este é o mesmo comportamento da Igreja Católica desde que ela existe”, declarou o presidente.

Lula disse ainda que o brasileiro tem o direito de manifestar suas convicções. “Este é um país democrático e laico, portanto as pessoas têm o direito de se manifestar da forma que quiserem”, concluiu.

 

Agência Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*