Lula diz por que Dilma deve ser presidente

 

Pela segunda vez no palanque com Dilma Rousseff desde o início da campanha eleitoral, o presidente Lula atribuiu o sucesso de seu governo à competência de sua candidata. No encontro com prefeitos em sua terra natal, Garanhuns (PE), Lula classificou como óbvia a escolha de Dilma para disputar sua sucessão.

“Na política, o óbvio sempre dá certo. O que a gente inventa não dá certo. Foi assim quando escolhi esta companheira para ser a futura presidente desse país”, disse.

O presidente afirmou que a nomeação de Dilma Rousseff para o Ministério de Minas e Energia afastou o risco de apagão de energia no Brasil. Mas não foi sempre assim, lembrou Lula. “Se ela fosse ministra no tempo do FHC não teria tido apagão. Agora, não vai ter, porque estamos construindo as usinas de Jirau, Santo Antônio e Belo Monte.”

Lula ressaltou que os eleitores terão, pela primeira vez, a chance de eleger uma mulher presidente da República. Então, disse que os leitores devem fazer a melhor escolha. “Por isso eu peço a vocês para não vacilar no dia 3 de outubro.”

Já passava das 23 horas quando Dilma sucedeu Lula no microfone, mas ninguém deixou o ginásio de esportes. Prefeitos e militantes permaneceram para ouvi-la dizer que estavam enganados os que foram tomados pelo medo apregoado pelos adversários nas eleições anteriores.

“O Brasil que o presidente Lula construiu é esse Brasil que cresce a quase 7% ao ano. É esse Brasil que gerou emprego. É esse Brasil que abriu mais de 1,5 milhão de vagas no ensino universitário. Mas, sobretudo, é esse Brasil que transformou os brasileiros em pessoas que querem o futuro”, afirmou Dilma, acrescentando: “O futuro é o avanço do projeto iniciado pelo governo Lula. E eu assumo esse compromisso”.

Dilma na Web

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*