MP reconhece Luiza Maia como mulher que faz a diferença na política

Emocionada, a petista recebeu a “placa de reconhecimento” das mãos do procurador-geral de Justiça Wellington César Lima e Silva. Ela dedicou a “conquista” aos inúmeros apoios que tem recebido desde que apresentou, em junho do ano passado, a proposição [já transformada em lei] que proíbe a contratação – com verba estadual – de artistas cujas músicas depreciam as mulheres.

“Em minha vida não existe carreira solo. Os méritos dessa premiação têm que ser divididos com minha e­quipe de trabalho, a Bancada Feminina da Assembleia Legislativa, as instituições parceiras, os movimentos organizados e as lideranças que levantam conosco a bandeira da dignidade das mulheres”, pontuou.

A coordenadora em exercício do Grupo de Atuação Especial em Defesa da Mulher do MP-BA, Sara Gama, justificou a deferência do órgão a Luiza Maia com o argumento de que “trata-se de uma figura combativa que não mede esforços para legislar na perspectiva do empoderamento da população feminina”, elogiou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*