Mulheres formadas ganham R$ 1.078 a menos do que os homens na admissão

As mulheres sempre ganharam menos do que os homens. E no ano passado, a diferença, que vem diminuindo ao longo dos anos, ficou maior para algumas mulheres. No abismo entre as remunerações, as que mais sofrem são as que têm mais anos de estudo.

Em 2010, o salário médio das mulheres com ensino superior completo na admissão ficou em R$ 1.727,76. Já o salário dos homens com o mesmo estudo, ficou em R$ 2.805,92. A diferença entre os sexos é de 62,6% ou R$ 1.078 mensais.  Em 2009, a diferença era de R$ 1.016, ou 62,1%.

A diferença nos números foi ressaltada pelo Ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, que divulgou nesta quinta-feira (24) o comportamento do salário de admissão dos empregados com carteira assinada em 2010 na comparação com 2009.

– Os homens continuam ganhando mais do que as mulheres, mas essa diferença aumentou. Principalmente as mulheres do nível superior, que andam ganhando bem menos do que os homens. E como tem muita mulher entrando no mercado de trabalho, isso prejudica.

Para o ministro, o motivo da diferença ainda é o preconceito dos empregadores.

 

 

– A mulher ganha 25% a menos do que o homem [na média em todos os níveis de escolaridade]. O motivo principal é preconceito e falta de visão porque, na minha opinião, as mulheres são muito mais competentes do que nós, homens.

A diferença entre os salários de homens e mulheres vai caindo quanto menor for o grau de escolaridade. As mulheres analfabetas ganharam em 2010 7% menos do que os homens com  a mesma escolaridade (salário médio na admissão de R$ 609,78 para eles e de R$ 568,24 para elas).

Para as mulheres com ensino fundamental completo, os homens ganharam 26% a mais no ano passado ante 27% no anterior. Em 2010, o salário médio das mulheres com ensino fundamental completo ficou em R$ 610,22 na admissão. Já para os homens, de R$ 772,21.

 
Para o nível de ensino médio completo, a diferença entre homens e mulheres em 2010 ficou em 24%, com salário de R$ 842.24 para eles e de R$ 674,19 para elas.
 
Aumento real
 
A boa notícia é que na média (entre homens e mulheres) os salários médios na contratação tiveram aumento real de 4,78% em relação a 2009, passando de R$ 795,81 em 2009 para R$ 833,86 em 2010 entre todas as faixas de escolaridade. De 2003 a 2010, o aumento foi de 29%, Há nove anos, os salários médio na admissão eram de R$ 646,23.

empregoCaged

R7

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*