Município reduz o analfabetismo em 10,49%


O Alfabetiza Camaçari é um importante projeto na luta para vencer o analfabetismo no Município. Atualmente, 806 pessoas participam das aulas ministradas em 47 turmas, de segunda a quinta-feira, em escolas, associações, ONGs e igrejas da sede e orla.

Implantado em 2006, o projeto, aliado ao Brasil Alfabetizado, contribuiu para que 1.512 pessoas, entre jovens, adultos e idosos, aprendessem a ler e escrever, reduzindo em 10,49% o índice de analfabetismo de Camaçari, de acordo com a estimativa do censo de 2000 que registrou 12,4% da população analfabeta.

Segundo a técnica pedagógica do Alfabetiza Camaçari Ana Carla Gomes, as maiores dificuldades na luta contra o analfabetismo é o fato de que grande parte dos jovens e adultos trabalha durante o dia e a noite estão muito cansados para se dedicar aos estudos. “Para eles, é muito difícil conciliar trabalho e aula”.

INVESTIMENTOS

O analfabetismo funcional também é uma preocupação da Secretaria da Educação (Seduc). Para incentivar os alunos da rede pública e tornar a escola ainda mais atrativa, a Prefeitura investe na capacitação dos professores e aquisição de ferramentas pedagógicas que motivam os alunos, a exemplo da robótica, mesas educacionais e laboratórios de ciências, matemática e informática.

Das medidas citadas, a capacitação de 100 % dos professores é uma das ações mais importantes no combate ao analfabetismo, uma vez que a qualificação profissional melhora a qualidade do ensino.

Outra iniciativa importante é a implantação, ainda este mês, do Núcleo de Atendimento Psicopedagógico (Nuaps), cujo objetivo é ampliar a assistência aos alunos das escolas públicas com difuldade de aprendizado. O programa será desenvolvido na sala de formação 1, da Cidade do Saber Professor Raymundo Pinheiro.

Ascom Prefeitura

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*