Professor sugere criação de prêmio para bons programas de TV

FOTO: Reprodução
FOTO: Reprodução

Mais importante do que apontar os programas que promovem a baixaria na televisão é dar destaque às iniciativas bem-sucedidas e que procuram valorizar a programação. A avaliação é do jornalista e professor da Universidade de Brasília (UnB) Luiz Martins da Silva, que participou de debate promovido pelas rádios Nacional e Nacional da Amazônia, em comemoração ao quarto ano da campanha Quem Financia a Baixaria é Contra a Cidadania.

Para Martins, a maior divulgação dos bons programas terá um efeito pedagógico positivo perante a sociedade. “Ficamos muito preocupados em apontar as baixarias, há até o ranking da baixaria, mas falta alguma coisa para indicar os bons exemplos”, disse.

“Precisamos encontrar meios de salientar também o que é o bom exemplo. Em termos de didática, o mais difícil de levar às salas de aula são os bons trabalhos”, completou Martins, que sugeriu que fosse criado uma premiação nos moldes do prêmio Helder Câmara de Imprensa, que homenageia boas produções da televisão, rádio e jornais.

Agência Brasil

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*