Programa Saúde na Escola terá R$ 800 milhões nos próximos quatro anos


Cerca de R$ 800 milhões serão liberados nos próximos quatro anos pelo governo federal para que municípios de todo o país implantem o programa Saúde na Escola. Para tanto, o ministro da Saúde, José Gomes Temporão, assinou na última quinta-feira (4) uma portaria, durante o lançamento do programa em uma escola na periferia do Recife (PE).

“Duas vezes por ano, os profissionais da saúde vão medir e pesar as crianças, fazer exames auditivos e de vista, ver como está a saúde bucal delas”, explicou o ministro. Com isso, o governo pretende prevenir e monitorar os problemas de saúde de 26 milhões de crianças até 2011. Numa primeira fase, o programa só será implementado em 690 municípios, atingindo 2 milhões de estudantes.

Temporão lembrou que o programa já estava previsto no Mais Saúde, que ficou conhecido como o PAC da Saúde. “Só implementamos agora porque não havia recursos antes”, justificou o ministro.

O presidente Lula, presente no evento de apresentação do Saúde na Escola – no qual também estiveram outros ministros, o governador do Pernambuco, Eduardo Campos, e o prefeito do Recife, João Paulo – garantiu que, ao ser identificados problemas, as crianças receberam os instrumentos de correção do problema.

“Às vezes, a pessoa só descobre que tem um problema de vista quando vai prestar o serviço militar, porque os exames são rigorosos. A gente quer descobrir logo para dar o óculos e ela não ser prejudicada na escola”, afirmou o presidente.

Agência Brasil

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*