PT baiano lança campanha pela Reforma Política baseado em quatro eixos

Financiamento público de campanhas eleitorais, votação em lista partidária pré-ordenada, ampliação da participação da mulher na política e, por fim, o uso mais freqüente de mecanismos de democracia direta, como referendos, plebiscitos e outras formas de consulta popular.

Participaram da mesa oficial do evento o presidente do PT baiano, Jonas Paulo, o congressista Nelson Pellegrino e os deputados estaduais Yulo Oiticica e Neusa Cadore. Cada um deles defendeu as mudanças no sistema político-eleitoral defendidas pela sigla.

Segundo Jonas Paulo, “esse sistema eleitoral está esgotado e a tendência é que a Casa (Congresso) não tenha mais a cara do povo”. Já Pellegrino não acredita que a reforma fique pronta até o próximo pleito, embora torça para que dê certo.

A integrante da comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa, Neusa Cadore, defendeu a maior presença de mulheres na política. “Apesar de termos uma cota e 30% de mulheres na política, nunca conseguimos este total. Acho, realmente, que a reforma política irá nos ajudar”, avaliou.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*