Salário mínimo será de R$ 540, diz Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta segunda-feira (27) que manterá em R$ 540 o valor do salário mínimo, previsto no Orçamento para 2011 e aprovado pelo Congresso.

"Se tiver que fazer alguma mudança, Dilma fará depois de janeiro. A nossa proposta é justa e tem que se levar a sério", afirmou durante café da manhã com jornalistas no Palácio do Planalto.

Lula afirmou que a política de valorização do salário mínimo, que tem como critério a variação do PIB e a inflação, é resultado de uma negociação que centrais sindicais.

PDT

Na semana passada, em entrevista à Folha, o ministro do Trabalho, Carlos Lupi, defendeu o mínimo de R$ 560.

Seu partido, o PDT, havia ameaçado impedir a votação do Orçamento, sob relatoria da senadora Serys Slhessarenko (PT-MT), caso o reajuste fosse de R$ 540 –o partido chegou a reivindicar um piso de R$ 580.

A paralisação, contudo, acabou não vingando, e o Orçamento de 2011 foi aprovado pelo Congresso na noite do dia 22, pouco antes do início do recesso parlamentar do final do ano –que começou à meia-noite do dia seguinte.

 

Folha Online.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*